Depoimento para a Posteridade - Adelzon Alves

  • 04/10/2021

Depoimento para a Posteridade - Adelzon Alves

Dia 04 de outubro, o Museu da Imagem e do Som do Rio de Janeiro eterniza a história do “Amigo da madrugada”, Adelzon Alves, no Depoimento para a Posteridade.Aos 82 anos, o radialista, jornalista e produtor musical continua dando voz para os antigos e novos artistas, valorizando a autêntica música brasileira.

Conhecido e respeitado por gerações de músicos de todos os cantos do Brasil, Adelzon Alves fez história no rádio quando estreou seu programa “Amigo da madrugada”, na Rádio Globo, em 1966, e iniciou movimento de valorização do compositor do morro, de sambistas como Cartola, Candeia, Nelson Cavaquinho, Zagaia, Djalma Sabiá, Geraldo Babão e Silas de Oliveira. Uma trajetória de mais de 55 anos, de grande contribuição à Música Popular Brasileira.

Para o presidente do MIS, Cesar Miranda Ribeiro, “ Adelzon é um exemplo de atuação como radialista e jornalista, abrindo espaçoem seus programas para a execução da música de raiz, seja o samba, sertaneja, regional, foi sempre um incansável defensor da cultura e do artista brasileiro”.

Adelzon Alves foi o responsável pela transformação da cantora Clara Nunes. Aproximou a artista do samba e das tradições afro-brasileiras, e produziu importantes discos que marcaram a sua carreira, alcançando enorme sucesso nacional e internacional.Lançou João Nogueira, Roberto Ribeiro, Dona Ivone Lara, e contribuiu decisivamente para as carreiras de Martinho da Vila, Paulinho da Viola, Jovelina Pérola Negra e Zeca Pagodinho.

O Depoimento para a Posteridade segue com a gravação presencial no Museu da Imagem e do Som,sede da Lapa,dia 4 de outubro de 2021(segunda-feira),com as presenças de Adelzon Alves e seus convidadosFabio Luiz de Souza (Produtor executivo radiofônico e de eventos), e Adevani Fumero (Compositor, radialista, escritor, pesquisador e ativista cultural), mas sem a participação do público para evitar aglomeração.


#Compartilhe

Aplicativos


Programa no Ar

Pérolas do MIS

top1
1. Poema Vou-me embora pra Pasárgada

Manuel Bandeira

top2
2. Cantando Carinhoso em sarau na casa de Jacob do Bandolim

Elizeth Cardoso

top3
3. Cantando O orvalho vem caindo

Almirante

top4
4. Samba Homenageando os 19 anos do MIS

Estação Primeira de Mangueira

top5
5. Eu vi uma barata; Atirei o pau no gato; O Coelhinho; Cachorrinho está latindo

Trio Melodia e Trio Madrigal

Oferecimento