Luciana Rabello eterniza o Choro no MIS RJ

  • 24/11/2021

Luciana Rabello eterniza o Choro no MIS RJ

Segunda (29/11), o Choro Brasileiro pede passagem e abre alas para Luciana Rabello registrar a sua trajetória musical no Depoimento para a Posteridade do Museu da Imagem e do Som do Rio de Janeiro. Apontada pelo mestre Canhoto como a sua legítima sucessora, iniciou a carreira artística aos 15 anos, tocando cavaquinho, no histórico conjunto “Os Carioquinhas”, que criou juntamente com o seu irmão, o violonista Raphael Rabello.

Para o presidente do MIS RJ, Cesar Miranda Ribeiro, “Luciana Rabello vai abrilhantar ainda mais a imensa galeria de grandes mestres da música brasileira que estão eternizados no MIS, como o seu irmão, o violonista Raphael Rabello e o seu marido, compositor e poeta Paulo César Pinheiro, assim como Elizeth Cardoso, Jacob do Bandolim, Clementina de Jesus, Waldir Azevedo, Abel Ferreira e Pixinguinha”.

Luciana Rabello é referência nacional no cavaquinho e trabalhou com grandes artistas em discos e shows, no Brasil e no exterior, como Paulinho da Viola, Francis Hime, Chico Buarque, Elizeth Cardoso, Nana Caymmi, Nara Leão, Baden Powell, Toquinho, Elton Medeiros, João Nogueira e muitos outros. Compositora de choros, sambas, valsas e canções tem parcerias importantes com Paulo César Pinheiro, Maurício Carrilho, Raphael Rabello e Cristóvão Bastos. Em quarenta e cinco anos de trabalho profissional dedicados em prol da divulgação e preservação do Choro, Luciana Rabello é fundadora e presidente da Casa do Choro, da Escola Portátil de Música e criou, em 1999, a Acari Records, a primeira gravadora especializada no mais importante gênero da música instrumental brasileira, o Choro.

O Depoimento para a Posteridade segue com a gravação presencial no Museu da Imagem e do Som, sede da Lapa, dia 29 de novembro de 2021(segunda-feira), com as presenças de Luciana Rabello e seus convidados, Kati Almeida Braga (Empresária, fundadora da gravadora Biscoito Fino), e Jayme Vignoli (Cavaquinista, arranjador, compositor e produtor musical), mas sem a participação do público para evitar aglomeração. 

Publicado em 24/11/21 por Márcia Benazzi


#Compartilhe

Aplicativos


Programa no Ar

Pérolas do MIS

top1
1. Poema Vou-me embora pra Pasárgada

Manuel Bandeira

top2
2. Cantando Carinhoso em sarau na casa de Jacob do Bandolim

Elizeth Cardoso

top3
3. Cantando O orvalho vem caindo

Almirante

top4
4. Samba Homenageando os 19 anos do MIS

Estação Primeira de Mangueira

top5
5. Eu vi uma barata; Atirei o pau no gato; O Coelhinho; Cachorrinho está latindo

Trio Melodia e Trio Madrigal

Oferecimento