O MIS RJ ETERNIZA A HISTÓRIA DE MYRIAN DAUELSBERG, A GRANDE DAMA DA CULTURA BRASILEIRA

  • 04/05/2023

O MIS RJ ETERNIZA A HISTÓRIA DE MYRIAN DAUELSBERG, A GRANDE DAMA DA CULTURA BRASILEIRA

Quinta (4/5), o Museu da Imagem e do Som do Rio de Janeiro eterniza a história de Myrian Dauelsberg, a grande empresária de arte clássica brasileira. Fundadora e presidente da Dellarte, responsável por trazer aos palcos brasileiros inúmeras atrações internacionais como, Luciano Pavarotti, José Carreras, Plácido Domingo, Balé Bolshoi, Maurice Bejart, Yuja Wang, Filarmônica de Nova York, Balé Kirov, e muitos outros. A maior gestora das cenas musicais do Rio de Janeiro, conta a sua trajetória como pianista e mestra reconhecida mundialmente.

Para o presidente do MIS, Cesar Miranda Ribeiro, “O Depoimento para a Posteridade com Myrian Dauelsberg é fundamental e especial para a nossa instituição, como rica fonte de pesquisa da música clássica do Brasil, pela sua persistência e convicção em proporcionar para milhões de admiradores do balé, ópera e jazz, espetáculos de primeiríssima qualidade. Temos muito o que agradecer a Myrian Dauelsberg, pelos anos dedicados com muita paixão à cultura do nosso país”.

Filha da excepcional violinista Mariuccia Iacovino, Myrian Dauelsberg nasceu ouvindo música clássica, cresceu cercada por importantes artistas brasileiros e estrangeiros. Estudou com o pianista Arnaldo Estrella e aperfeiçoou-se na Europa, no Conservatoire National de Paris com Vlado Perlemutére. É Doutora em Musicologia pela Sorbonne de Paris. Participou de inúmeras turnês na Europa e Estados Unidos com o Duo Dauelsberg (piano e violoncelo). Foi diretora da Sala Cecília Meireles, chefe de gabinete do Ministro da Educação Cultura e Desportos, Eduardo Portella, e à frente da Dellarte, desde 1982, é uma incansável empresária, há quarenta anos promovendo turnês, festivais, séries e espetáculos que são sucesso de público e crítica no Brasil e exterior.

O legado que construiu vai além da produção cultural, fundou o Instituto Dell’Arte para reforçar o compromisso social da empresa, que sempre investiu no terceiro setor. Apoia à Orquestra Sinfônica Mariuccia Iacovino, do maestro Jony William, sediada em Campos dos Goytacazes; à Orquestra Sinfônica de Barra Mansa, promovendo o encontro de seus jovens músicos com grandes estrelas internacionais; a Cia BEMO(Ballet Escola Maria Olenewa) do Theatro Municipal do Rio de Janeiro e festivais de arte e cultura, como os Festivais de Inverno de Petrópolis e Friburgo e Meu Primeiro Festival. Myrian Dauelsberg preside a Sociedade Artística Villa-Lobos, símbolo de continuação e persistência em prol da música clássica na região serrana, fundada em 1970 por Lourdes Tornaghi, e o casal de musicistas Arnaldo Estrella e Mariuccia Iacovino.

Myrian Dauelsberg terá ao seu lado, como convidados entrevistadores, Miguel Proença (Pianista de música erudita), e Ronaldo Miranda(Compositor e professor da Escola de Comunicações e Artes da USP), e remotamente de São Paulo, Roberto Tibiriçá (Maestro). A gravação do Depoimento para a Posteridade será realizada na residência da pianista, com duas câmeras, para melhorar a qualidade documental do material a ser pesquisado, possibilitando mais opções para as futuras gerações. A mediação será conduzida pela jornalista do MIS RJ, Márcia Benazzi, sem a presença do público.

Sobre a série Depoimentos para a Posteridade:

Em 1966, o Museu da Imagem e do Som do Rio de Janeiro, inaugurou o projeto Depoimentos para a Posteridade, inédito programa de história oral criado por Ricardo Cravo Albin para preservar a memória de diversos setores da cultura nacional, tais como a música, o teatro, a literatura, o cinema e as artes plásticas. Atualmente conta com um acervo de mais de mil depoimentos de figuras notáveis, como Guiomar Novaes, Helza Camêu, Magdalena Tagliaferro, Maria Lúcia Godoy, Maria D’Apparecida, Diva Pieranti, Miguel Proença, Paulo Fortes, Francisco Mignone, Cláudio Santoro, Guerra Peixe, Isaac Karabtchevsky, Hildegard Angel, Hamilton de Holanda, Luciana Rabello, Leonardo Bruno Ferreira, Carlos Alberto Serpa e muitos outros. Lembramos que a gravação fica à disposição do público, nas salas de consultas do MIS, 72 horas depois do término dos depoimentos. O MIS RJ é um equipamento vinculado à Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro (SECEC RJ).

Publicado em 2/5/23 por Márcia Benazzi

SERVIÇO

Local: Residência da Depoente Myrian Dauelsberg

Data: 4 de maio de 2023 (quinta-feira)

Horário: 15h às 17h, gravação sem a presença do público.

Contatos MIS RJ: gerenciadeproducao@mis.rj.gov.br & comunicacao@mis.rj.gov.br


#Compartilhe

Aplicativos


Programa no Ar

Pérolas do MIS

top1
1. Sorriso Negro

Dona Ivone Lara

top2
2. Sonho Meu; Liberdade; Acreditar; Tiê; Andei para Curimá

Dona Ivone Lara

top3
3. Alguém Me Avisou

Dona Ivone Lara

top4
4. Cantei Só Para Distrair

Dona Ivone Lara

top5
5. Tendência

Dona Ivone Lara

Oferecimento