Depoimentos de Hermínio Bello de Carvalho ao MIS RJ revelam detalhes da relação de amizade entre o aniversariante do dia e Elizeth Cardoso

  • 28/03/2024

Depoimentos de Hermínio Bello de Carvalho ao MIS RJ revelam detalhes da relação de amizade entre o aniversariante do dia e Elizeth Cardoso

O produtor cultural Hermínio Bello de Carvalho completa 89 anos nessa quinta-feira (28/03). Com um talento único para multifunções, tendo se destacado como compositor, escritor, poeta, diretor-roteirista e produtor musical, Hermínio deu seu testemunho oral na série "Depoimentos para a Posteridade", do Museu da Imagem e do Som do Rio de Janeiro, em duas ocasiões: em 1995 e em 2011. O material revela muito sobre as produções culturais do Rio de Janeiro e do Brasil, mostrando a relação próxima dele com personalidades que despontavam nas décadas de 1960 e 1970, como Elizeth Cardoso.

Ao longo da carreira, o produtor demonstrou com voracidade sua importância para a composição do cenário da música popular brasileira. Ele apresentou ao mundo nomes como o de Clementina de Jesus e Paulinho da Viola, além de Elizeth Cardoso, com quem produziu pelo menos 10 discos. Em seu primeiro depoimento para a posteridade, gravado no dia 27 de março de 1995, Hermínio falou sobre momentos marcantes da sua história. Um deles foi o espetáculo "Rosa de Ouro", dirigido por ele, em 1965.

O evento lançou alguns dos principais nomes do cenário artístico da época e também foi um marco para a relação entre Elizeth e Hermínio. Em seu depoimento, o produtor afirma que "(...) foi só a partir do Rosa de Ouro que nossa amizade surgiu. Porque ela [Elizeth] foi ver o Rosa de Ouro e ficou encantada com o repertório, e disse assim: 'olha, eu quero gravar tudo do Rosa de Ouro e você vai ser o produtor do disco'".

Em outro trecho Hermínio Bello de Carvalho fala dos primeiros contatos com a artista. Ele conta que “(...) quando Elizeth ia fazer seus 25 anos de carreira, o Jacob do Bandolim me levou à casa de Elizeth e me apresentou a Elizeth Cardoso. E ali, na casa da Elizeth, eu, intrometido, comecei a dar ideias que ela devia fazer o disco dos 25 anos de carreira, que ia ser um disco cheio de depoimentos. Ia ser Vinícius falando, Pixinguinha falando, não sei quem falando… ela deve ter ficado assustadíssima e disse 'quem é esse maluco', né?”.

A gravação do segundo depoimento, no dia 23 de março de 2011, marcou a doação do acervo do produtor musical ao MIS RJ, que deu origem à Coleção Hermínio Bello de Carvalho. São mais de oito mil itens, sendo cerca de quatro mil somente no setor sonoro do museu. O registro foi feito na casa do próprio compositor e diretor musical, que fez questão de destacar algumas das personalidades que já tinham estado na referida sala: Dorival Caymmi, Cartola, Luiz Gonzaga, Elizeth Cardoso, Elis Regina, Nelson Cavaquinho e Milton Nascimento, entre muitos outros.

Hermínio é citado por Ademilde Fonseca, Paulo Soledade, Joel Nascimento, Marisa Gata Mansa(Marisa Vertullo Brandão), Elton Medeiros e Jards Macalé na ocasião em que deixaram seu testemunho oral para o Museu da Imagem e do Som. Elefoi o cara por trás de ideias que marcaram uma geração e uma parte da música popular brasileira.

Todo o acervo do museu, que integra a rede de equipamentos culturais do Governo do Estado e é vinculado à Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro (Secec-RJ), está à disposição do público e dos pesquisadores. Para acessar o material basta enviar e-mail para saladepesquisa@mis.rj.gov.br e agendar uma visita ao Centro de Pesquisa e Documentação Ricardo Cravo Albin.

Publicado em 28/3/2024 por Mariana Cigolo e Fernanda Soares


#Compartilhe

Aplicativos


Programa no Ar

Pérolas do MIS

top1
1. Piove (Chove)

Marlene

top2
2. Per Amore (Por Amor)

Zizi Possi

top3
3. Poema degli occhi

Toquinho, Sergio Endrigo

top4
4. Umilmente-ti-chiedo-perdono

Jerry Adriani

top5
5. Italiana

Carlos Galhardo

Oferecimento