Vasco entra em campo com o MIS RJ na estreia do "Brasileirão" em 2024

  • 14/04/2024

Vasco entra em campo com o MIS RJ na estreia do "Brasileirão" em 2024

Jogadores em campo, bola rolando e os gritos da torcida incentivando seus times. O futebol é tão audiovisual quanto o Museu da Imagem e do Som do Rio de Janeiro, que, assim como o Campeonato Brasileiro, está pronto para dar o pontapé inicial na série sobre os quatro clubes cariocas que participam da disputa: Flamengo, Fluminense, Vasco e Botafogo. O primeiro será o Vasco da Gama de Roberto Dinamite, que morreu no ano passado e será homenageado na temporada 2024 do campeonato com a criação do troféu que leva seu nome.

Um time que pode se definir como um estreante triunfal, já que além de dar inicio a série do MIS RJ dos times cariocas salvaguardados em seu acervo, no domingo (14) o Vasco abrirá a sua participação no "Brasileirão" em São Januário. Essa é a quarta vez em que abre a sua disputa em casa, e em todas essas ocasiões o placar foi favorável ao clube com 2 vitórias e 1 empate. 

E no Museu da Imagem e do Som do Rio de Janeiro o triunfo está nos acervos relacionados ao clube. Existem aproximadamente 142 itens relacionados ao Gigante da Colina, sendo 5 audiovisuais, 98 iconográficos, 21 textuais e 18 sonoros. Os destaques incluem o testemunho oral, na série "Depoimentos para a posteridade", do maior artilheiro da história do campeonato brasileiro, Roberto Dinamite, e o texto escrito pelo torcedor fanático e baluarte do samba, Martinho da Vila, que exalta a história do clube. 

"O Garoto Dinamite explodiu" foi a manchete da matéria que saiu no "Jornal dos Sports" sobre a estreia de Roberto com a camisa vascaína no Maracanã em 1971, e já em 1974 provou o estourou que podia fazer, trazendo para o Vasco sua primeira taça do "Brasileirão". O ídolo realizou seu depoimento para o MIS no dia 20 de junho de 2001, quando já tinha aposentado suas chuteiras, mas continuou muito tempo ainda no clube em que fez história, como treinador e dirigente. 

E no meio de muitas emoções, se encontram torcedores como Martinho da Vila, que chegou até mesmo a lançar uma música chamada "Calango Vascaíno", além de ter escrito um texto para o Jornal do Brasil onde homenageava o Gigante da Colina. Salvaguardo pelo MIS RJ, no texto o cantor conta que a paixão pelo Cruzmaltino sempre foi além da bola rolando, é um amor que foi desenvolvido por todos aqueles ideais que o time representa. "Desde pequeno sou vascaíno e fiquei ainda mais fanático e emocionado quando, já grande, Sérgio Cabral ("o pai) me contou a história do clube cruzmaltino, o primeiro a incluir negros na equipe e no quadro social. Mais do que um clube de futebol, o Vasco da Gama representa luta contra os preconceitos.", cita Martinho em seu texto. 

O time ficou reconhecido na história pela sua trajetória íntegra e de valor social que são ressaltados até os dias de hoje pelo clube. "[...] Cruzmaltino reforçou toda a natureza do seu gigantismo e optou por seguir o caminho mais difícil: lutar pelo que sempre acreditou. Prontamente contra às exigências da Associação Metropolitana de Esportes Athleticos (AMEA) de exclusão dos atletas em desacordo com os “padrões morais” do futebol da época, por serem negros; pardos e de origens populares, o Vasco enviou a Resposta Histórica para a associação.", afirma o texto "Centenário Resposta Histórica" no site oficial do Vasco, que faz menção ao documento enviado para AMEA, onde o clube se posicionou contra a retirada de jogadores negros dos jogos em 1924.

Todo o acervo do museu, que integra a rede de equipamentos culturais do Governo do Estado e é vinculado à Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro (Secec-RJ), está à disposição do público e dos pesquisadores. Para acessar o material basta enviar e-mail para saladepesquisa@mis.rj.gov.br e agendar uma visita ao Centro de Pesquisa e Documentação Ricardo Cravo Albin.

Publicado em 14/04/2024por Mariana Cigolo


#Compartilhe

Aplicativos


Programa no Ar

Pérolas do MIS

top1
1. Sofre Porque Queres

Benedicto Lacerda e Pixinguinha

top2
2. Noites Cariocas

Jacob do Bandolim

top3
3. A Flor Amorosa

Altamiro Carrilho (Antonio Callado Jr.)

top4
4. Camundongo

Waldir Azevedo e Ademilde Fonseca

top5
5. Odeon

Nara Leao (Ernesto Nazareth e Vinicius de Moraes)

Oferecimento