Família de Maurício Quadrio, primeiro dirigente do Museu da Imagem e do Som do Rio de Janeiro, doa itens do ex-diretor para a instituição

  • 11/06/2024

Família de Maurício Quadrio, primeiro dirigente do Museu da Imagem e do Som do Rio de Janeiro, doa itens do ex-diretor para a instituição

Filha de Maurício Quadrio, Anita Luísa Rita Cacchione doou ao Museu da Imagem e do Som do Rio de Janeiro parte da coleção de seu pai, que foi o primeiro diretor da instituição. Entre os itens estão 3 apostilas com roteiros dos programas de rádio que Quadrio produzia e uma máquina de escrever, de onde saiam todos os textos do produtor e crítico musical.

“Na casa de Santa Tereza de Maurício Quadrio não vemos as paredes, é tudo composto por acervo.”, comentou Daiane Lopes, responsável pelo setor iconográfico do museu, que visitou a casa de Maurício Quadrio junto a Eliane Vilela, responsável pelo setor textual, e Cícinio Maia, assessor da presidência. A estimativa feita pelos colaboradores do MIS RJ é que no local há cerca de 20 mil itens, que contam com fitas cassetes, aparelhos de sons, reportagens, fotos e entre outros.

O produtor contribui para o acervo do MIS RJ desde sua gestão, onde deu início a coleção “Maurício Quadrio” que contém cerca de 3500 itens no setor sonoro. Diferente desses materiais que fazem menção a personalidades e a música erudita, os itens recém doados contam a história do primeiro dirigente do museu, com roteiros de programas que produziu na Rádio MEC e Rádio Cultura de São Paulo como o “Temporada de Operetas”, “Programa Flashback”, “Isto é um sucesso” e “Quem tem medo da música clássica”.

“É um trabalho muito simbólico o que fizemos ao salvaguardar esses itens de Maurício Quadrio. Ele foi quem começou o trabalho de preservar a história da cultura brasileira no MIS RJ, nada mais justo do que contarmos sua história no lugar que criou.”, comenta Cesar Miranda Ribeiro, atual presidente do Museu da Imagem e do Som do Rio de Janeiro. As homenagens a história de Quadrio não param por aí, na exposição “Heranças: 150 Anos da imigração italiana no Brasil” que acontecerá no final de junho, haverá itens que fazem menção ao italiano que primeiro dirigiu o Museu da Imagem e do Som do Rio de Janeiro.

Publicado em 11/06/2024 por Mariana Cigolo


#Compartilhe

Aplicativos


Programa no Ar

Pérolas do MIS

top1
1. Piove (Chove)

Marlene

top2
2. Per Amore (Por Amor)

Zizi Possi

top3
3. Poema degli occhi

Toquinho, Sergio Endrigo

top4
4. Umilmente-ti-chiedo-perdono

Jerry Adriani

top5
5. Italiana

Carlos Galhardo

Oferecimento